Ocorreu um erro neste dispositivo

Pesquisar neste blogue

As horas que forem:

sábado, 18 de janeiro de 2014

DESATINO

nau003

“Desatino” (I)

poema XC 21.07.1981 Renato Pereira

Pelo Túnel da Desgraça caminho há longas noites

negras…

Vou alienado seguindo o quê?

A Fama ?

A Lua ?

O Sonho?

A Morte ?

Que fazer neste emaranhado confuso

de confusões

negras,

invisíveis,

entorpecentes ?

nau002nau004nau001Lâmpada

Sem comentários:

Enviar um comentário