Ocorreu um erro neste dispositivo

Pesquisar neste blogue

As horas que forem:

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

BOAS FESTAS

 

Produções PECUSMALTHUS desejam a todos: 

bf

terça-feira, 24 de novembro de 2009

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A ECONOMIA contra A ECOLOGIA

 ecoeno001

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

BIBLIOTECA NA JUNTA

 bibliot001

Rotundar Argivai

 

Proposta de Rotunda

 

rotundargivai

domingo, 1 de novembro de 2009

Argivai era assim antes da “guilhotina…

 

A Génese  de ARGIVAI é mais que Milinar…. é Pré Histórica ! ! !

         Argivai , antes da comemoração dos erroneamente proclamados 1050 anos era assim…Não tinha aquela estatueta que mais parece uma guilhotina para decepar a cabeça dos que pensam em Argivai e arredores e/ou não se regem pela batuta do “soba” da freguesia…

            Claro que NINGUÈM VIVO saberá quando nasceu Argivai, e os que disserem que sabem são uns Grandes Mentirosos e até desonestos intelectuais…

E Como Argivai é pelos documentos históricos já descobertos – vestigios de povoado Pré romano – téculas descobertas em escavações- castro de argivai – fonte celta – anterior à história ( o que separa a história da pré-história é a descoberta da escrita)  sendo pré-histórica, dado que os papeis só muito mais tarde vieram a ser inventados, sendo a primeira escrita feita na pedra…não terá grande sentido tomar por base de nascimento de Argivai a data de um documento,( ele próprio mesmo do ponto de vista histório de alguma duvidosa integralidade,vide Portugalia Monumenta Históricae- Alexandre Herculano e outros…) referente a uma doação de terras  feita por alguém que não sabemos se era  já, ou se foi em tempo algum a sua legitima dona ou possuidora ao Mosteiro de Guimarães e onde a palavra Villa Argenadi (Quinta do Argevadus) apenas aí aparece como  a terra ou propriedade com a qual confronta a que vai ser doada… Ou seja o documento prova que nessa data de 953 Argivai Já existia… e nada mais  …daí não se pode concluir que Argivai nasceu aí… e existem milhentas provas a demonstrar o contrário…

Argivai ao Primeiro de Novembro de 2009

renato gomes pereira